História do Municipio

Querência do Norte é um município brasileiro do Estado do Paraná. A economia do município é predominante agrícola e os solos do mesmo apresentam boa produtividade e solo fértil para as mais diversas culturas. O começo de sua colonização ocorreu na década de 50, promovido pela empresa Brasil Paraná, definiu o traçado urbano da sede do Municipio de Querência do Norte, após três anos em 1953, já chegavam os primeiros colonos vindos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Região Nordeste. Criado através da Lei Estadual N°253, de 26 de Novembro de 1954, foi instalado oficialmente em 5 de Dezembro de 1955, sendo assim desmembrado de Paranavaí.

"Blog sem fins lucrativos, apenas para divulgação"

sábado, 7 de dezembro de 2013

Presidente da APM da Escola Municipal Monteiro Lobato protocola pedido ao Deputado Frangão

                    O presidente da Associação de Pais e Mestres da Escola Municipal Monteiro Lobato - Ensino Fundamental, senhor Guto Renato Berto, buscando parcerias e visando sempre uma educação de qualidade protocolou neste sábado (07-12-2013) na Câmara Municipal em Querência do Norte - PR uma solicitação ao Deputado Federal Hermes Frangão Parcianello que busque junto ao MEC e FNDE equipamentos tecnológicos que estão disponíveis para várias escolas, sendo portanto para o desenvolvimento dos educandos. Na oportunidade o Deputado salientou a parceria com a escola e dará prioridade ao ofício protocolado.


sábado, 5 de outubro de 2013

Populares encontram corpo decapitado em Querência do Norte - PR


05/10/13 - COTIDIANO > POLICIAL

QUERÊNCIA DO NORTE


Populares encontram corpo de homem decapitado em Querência do Norte




O corpo de um homem foi encontrado no Rio Paraná, proximidades do Porto Felício, no início da tarde de anteontem. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de Paranavaí, ele teve a cabeça arrancada do corpo (decapitado). 
Policiais suspeitam que seja de um homem que morava no Porto Basílio, em Querência do Norte. No final da tarde de ontem, familiares dele se deslocavam para Paranavaí para tentar fazer o reconhecimento.
O problema é que o corpo já estava em avançado estado de decomposição. A suspeita é que a vítima tenha morrido há mais de 20 dias. Através do laudo inicial não foi possível estimar uma idade para a vítima. 
O corpo encontrado já não tinha mais as mãos, provavelmente devoradas por peixes. Porém, o médico legista pode constatar que a cabeça do homem foi retirada do corpo. A perícia detectou que a vítima tinha algumas costelas quebradas, o que gera a suspeita de ter sido agredido antes da decapitação.  
A única chance é que a família consiga reconhecer o corpo através de uma bijuteria que está na canela do homem. Caso não seja possível fazer o reconhecimento, os familiares irão ceder uma amostra de sangue para ser feito um exame de DNA.
Na tarde de ontem os investigadores da Polícia Civil falaram com os possíveis familiares da vítima. Eles disseram que o homem desaparecido estava em um barco e teria sido levado por outras seis pessoas. Os familiares ainda não foram ouvidos oficialmente e por isso não existem oficialmente suspeitos do crime.


FONTE: http://www.diariodonoroeste.com.br/noticia/cotidiano/policial/52323-populares-encontram-corpo-de-homem-decapitado#.Uk_undLYiSo

domingo, 29 de setembro de 2013

Suspeitos de integrar quadrilha são reconhecidos em outros dois roubos

25/09/13 - COTIDIANO > POLICIAL

QUERÊNCIA DO NORTE


Suspeitos de integrar quadrilha são reconhecidos em outros dois roubos


Continuam foragidos os dois integrantes da quadrilha acusada de fazer vários assaltos na região de Querência do Norte. Na última semana eles foram reconhecidos em outros dois roubos feitos no estado do Mato Grosso do Sul. O delegado responsável pelas investigações, Luciano Purcino, disse que nos dois assaltos no estado vizinho os criminosos agiram de forma idêntica aos roubos na região de Querência do Norte. 
Segundo o delegado, o líder da quadrilha morto em uma troca de tiros com a polícia foi reconhecido pelas vítimas e usava um tênis roubado da casa de uma delas. Purcino acredita que os dois integrantes que permanecem foragidos, provavelmente já não estão na região.
“Existem muitas informações desencontradas. Algumas indicam que eles estão em ilhas na região do Rio Paraná. Outras são de que eles fugiram para o Paraguai. Estamos checando todas as informações”, disse o delegado.
PROCURA - De acordo com o comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM), Major Carlos Ademar Paschoal, a PM continua na região com equipes da ROTAM (Ronda Ostensiva Tático Móvel). Os policiais fazem buscas em diversas áreas para prender os foragidos.
O comandante disse que o trabalho é permanente e conta com o apoio da Rotam de Maringá, Campo Mourão e de Paranavaí. “As equipes estão revezando. Os policiais fazem buscas em toda a área. Porém, precisamos que a população faça denúncias”, explicou Paschoal.
HISTÓRICO - A quadrilha acusada de fazer os roubos na região de Querência do Norte se aproveitou da localização e das rotas de fugas. Os ladrões fizeram uma sequência de assaltos. Entre eles foi comprovado o da prefeitura da cidade. Neste, a quadrilha invadiu a casa do prefeito e fez a sua família refém. 
Os assaltantes ainda renderam um secretário e juntamente com o prefeito foram até a prefeitura. Na sede da administração, arrombaram a porta e levaram cerca de R$ 78 mil. O dinheiro era da tradicional Festa do Arroz e seria usado para pagar fornecedores. O lucro seria distribuído para as entidades.
A polícia afirma que a quadrilha é suspeita de ter participado de uma sequência de roubos de lanchas em condomínios de luxo. As investigações seguem para comprovar se foram eles os autores do roubo na agência do Banco do Brasil, ainda em Querência. Neste caso, três pessoas ficaram como reféns durante a fuga. O valor roubado não foi divulgado pelo banco.

Fonte: Da Redação



quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Delegado fará plano de ação de combate ao crime na região de Querência do Norte

18/09/13 - COTIDIANO > POLICIAL

QUERÊNCIA DO NORTE


Delegado fará plano de ação de combate ao crime na região de Querência do Norte

A decisão de remover o delegado operacional de Paranavaí não foi bem vista pelo presidente do CCS, Cláudio Miguel de Souza. Ele alega que a comunidade sairá perdendo com a decisão de Neves Junior

Delegado fará plano de ação de combate ao crime na região de Querência do NorteAtualmente a delegacia é utilizada como depósito de material da Defesa Civil de Querência do Norte
Foto: Arquivo DN

Por determinação da chefia da 8ª Subdivisão Policial (8ª SDP), o delegado adjunto de Paranavaí, Carlos Henrique Rossato Gomes, começou a desenvolver um levantamento técnico operacional na região de Querência do Norte. 
Ele terá a missão de elaborar um plano de ação para combater os frequentes roubos, tráfico de drogas e o contrabando que acontecem naquela região. 
De acordo com o delegado-chefe da SDP, Osmir Ferreira Neves Junior, a escolha foi técnica e aconteceu por causa do perfil operacional. 
“O doutor Rossato não fará nenhum enfrentamento. Sua missão será fazer um diagnóstico e traçar um plano de combater o crime. Ele traçará, inclusive, as possíveis rotas de fugas. Hoje nós não temos esse conhecimento técnico e não podemos perder o controle da situação”, disse Neves Junior.
O delegado disse que toda a estrutura operacional da 8ª SDP estará à disposição do delegado. Além disso, Neves Junior afirmou que a Polícia Militar também colaborará no levantamento, porém, no dia a dia, o delegado Rossato Gomes estará sozinho no município para fazer o trabalho. 
Neves Junior disse que a cidade de Paranavaí não irá perder nas investigações que vêm sendo realizadas pelo delegado adjunto. Ele já designou que o delegado de Paraíso do Norte, Diego Elias de Freitas Rodrigo de Almeida, acumule as funções.
“O doutor Diego tem um perfil operacional que se encaixa nas atuais investigações. Recentemente sob seu comando, foram realizadas três grandes operações que prenderam mais de 50 pessoas ligadas ao tráfico de drogas. Portanto, a comunidade não ficará desassistida e as atuais investigações continuarão normalmente”, falou o delegado chefe.
SEM ESTRUTURA - Na tarde de ontem o delegado Carlos Henrique Rossato Gomes estava trabalhando em Querência do Norte. Por telefone, disse que estava começando a resolver problemas operacionais. Somente depois, poderá iniciar o levantamento solicitado pelo delegado chefe.
Rossato Gomes afirmou que terá que arrumar estrutura da delegacia. Atualmente o lugar é utilizado pela Prefeitura como depósito de materiais da Defesa Civil. Depois disso, terá que conseguir armamento, viatura, barco, móveis, computador e internet.
Para desenvolver o levantamento, o delegado disse que necessita de um aparato a ser cedido pelo Estado. “O prefeito já disse que quer colaborar ajudando montar uma estrutura mínima necessária. Mas isso não é possível, porque é uma obrigação do Estado”, disse Rossato Gomes.
NÃO ACEITA - A decisão de remover o delegado operacional de Paranavaí não foi bem vista pelo presidente do Conselho Comunitário de Segurança (CCS), Cláudio Miguel de Souza. Ele alega que a comunidade sairá perdendo com a decisão de Neves Junior.
O presidente disse que assim que ficou sabendo, entrou em contato com o delegado-chefe para saber detalhes. Souza disse que entende o problema na região de Querência do Norte, porém sua preocupação maior é com a comunidade de Paranavaí que ficará desassistida com a ida do delegado operacional.
“O Conselho Comunitário de Segurança quer que o delegado operacional continue em Paranavaí. Seu trabalho tem que ter continuidade porque está favorecendo a comunidade. A sua permanência é certeza de que o trabalho e o entrosamento com as autoridades terão continuidade”, disse Souza.

SITUAÇÃO PREOCUPANTE EM QUERÊNCIA
Querência do Norte vive semanas de preocupações com uma onda de roubo e violência. Trata-se de uma região de fronteira e com grande número de estradas rurais. Recentemente a agência do Banco do Brasil foi assaltada. Os ladrões levaram uma quantia em dinheiro (não informada). Também fizeram três reféns, libertados pouco depois. Em consequência desse assalto, a agência paralisou o atendimento, permanecendo fechada desde então. 
No último dia 9 um grupo foi ainda mais ousado. Primeiro, assaltou a casa do prefeito Carlos Benvenutti, levando dinheiro e aparelhos eletrônicos. Na sequência, foram até a Prefeitura, onde arrombaram o cofre e levaram R$ 78 mil em dinheiro, valor arrecadado com a tradicional Festa do Arroz e que seria utilizado por entidades beneficentes. A série de crimes provocou indignação por parte da comunidade, que organizou uma manifestação pelo centro da cidade na última quinta-feira. 
A partir dessa sequência, a polícia apertou o cerco. Numa grande operação, desvendou parte dos crimes e prendeu três pessoas. Um quarto suspeito, apontado como chefe do grupo, morreu em troca de tiros com os policiais. Com os suspeitos foram encontradas armas e parte do dinheiro levado da Prefeitura. Outros dois suspeitos de participação estão foragidos. 
Querência do Norte está numa região de fronteira com o Mato Grosso do Sul e próximo ao Paraguai. Tem um grande número de estradas rurais e o Rio Paraná, utilizado muitas vezes como rota para criminosos.

Fonte: Da Redação



terça-feira, 17 de setembro de 2013

Polícia apreende cerca de 200 quilos de maconha

17/09/13 - COTIDIANO > POLICIAL

QUERÊNCIA DO NORTE


Polícia apreende cerca de 200 quilos de maconha


Dois homens foram presos em Querência do Norte na noite do último domingo. Com eles a Polícia Militar (PM) apreendeu 197,5 quilos de maconha. A droga estava em um GM Corsa com placas de Charqueada, interior de São Paulo.
A apreensão da maconha aconteceu na estrada rural que liga o Porto Felício a Querência do Norte. Foram presos em flagrante um jovem de 18 anos, que fazia o serviço de batedor, além do motorista do carro, um homem de 33 anos.
De acordo com a Polícia Militar foi abordado inicialmente o jovem que estava em uma Honda CG Titan, placa de Santa Isabel do Ivaí. Logo em seguida foi abordado o motorista, que tentou furar o bloqueio. Após perseguição, acabou detido. Os dois foram encaminhados para a Delegacia de Loanda.
Desde a semana passada a Polícia desencadeia uma grande operação na região de Querência do Norte. O trabalho resultou na solução de uma série de crimes, incluindo o roubo de lanchas em Porto Rico e o assalto à casa do prefeito e Prefeitura de Querência. Três pessoas, sendo dois adolescentes, foram detidas na operação. Um homem, apontado como o chefe do grupo, morreu na troca de tiros. Outros dois suspeitos de envolvimento estão sendo procurados.

O Ilustre Pioneiro deixou uma frase. . .

"O consumismo asfixia o pensamento entorpece o atuar e nos desconecta do universo!" - Noé Brondani







Noticias Querência do Norte - PR

Loading...